AÇÕES

Investir em Ações é a mesma coisa que investir em pequenas partes de um negócio. O investidor acaba se tornando sócio da empresa, assim participa da distribuição de lucros e também da valorização. O patrimônio dessa corporação é dividido em várias cotas que são distribuídas a todos os investidores. Ou seja, os investidores possuem, cada um, uma pequena parte de cada bem que essa empresa possui.


O principal recurso de investir em ações é a diversificação, que controla o risco dos investimentos na bolsa de valores. Diversificar é não investir em apenas uma empresa, mas sim ter uma carteira variada. Por exemplo, se o investidor compra ações de 10 empresas de ramos diferentes, as chances de ter prejuízos são menores, uma vez que enquanto a ação de uma empresa cai, outra ação de outra empresa sobe, e aí perdas e ganhos são compensados.


O investimento em ações é muito vantajoso, principalmente para os resultados a longo prazo. Para começar a investir não é necessário ter muito dinheiro e o investidor recebe lucros de tempos em tempos, além disso existe a possibilidade de comprar ou vender ações quando quiser e o Imposto de Renda é cobrado na saída do investimento e somente se o valor exceder R$20.000,00.